sexta-feira, 20 de outubro de 2017

20 de Outubro - Dia Mundial do Poeta

Paul Cézanne

Foi nessa idade que a poesia me veio buscar
Não sei de onde veio
Do inverno, de um rio
Não sei como nem quando
Não, não eram vozes
Não eram palavras
Nem silêncio
Mas da rua fui convocado
Dos galhos da noite
Abruptamente entre outros
Entre fogos violentos
Voltando sozinho
Lá estava eu sem rosto
E fui tocado.

(Pablo Neruda, poeta chileno)

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Um pouco de malandragem...

Gabriel Ferrier

Eu só peço a Deus
Um pouco de malandragem
Pois sou criança
E não conheço a verdade
Eu sou poeta
E não aprendi a amar
Eu sou poeta
E não aprendi a amar

(Cazuza e Frejat, na música Malandragem)

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Só as grandes paixões...

Agnes Goodsir

“Só as grandes paixões são capazes de grandes ações.”

(Machado de Assis, escritor brasileiro)

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Quando sabemos que sabemos pouco...

Augustus Edwin Mulready

“Quando sabemos que sabemos pouco, é natural que nossa insegurança transforme a liberdade de escolha, valor fundamental da ética e da estética, em campo minado.”

(Sérgio Rodrigues, jornalista e escritor)

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Todos os livros podem ser...

Paul Bloomfield

“Todos os livros podem ser divididos em duas classes, os livros do momento e os livros de todos os tempos.”

(John Ruskin, escritor e crítico de arte britânico)

domingo, 15 de outubro de 2017

15 de Outubro - Dia do Professor

Michael Peter Archer

Homem de Estado, cientista,
Padre, engenheiro, doutor…
Nenhum deles haveria,
Se não fosse o Professor.

(Walter Nieble de Freitas)

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Tinha suspirado, tinha beijado...

Franz van Defegger


“Tinha suspirado, tinha beijado o papel devotamente! Era a primeira vez que lhe escreviam aquelas sentimentalidades, e o seu orgulho dilatava-se ao calor amoroso que saía delas, como um corpo ressequido que se estira num banho tépido; sentia um acréscimo de estima por si mesma, e parecia-lhe que entrava enfim numa existência superiormente interessante, onde cada hora tinha o seu encanto diferente, cada passo conduzia a um êxtase, e a alma se cobria de um luxo radioso de sensações!”

(Eça de Queiroz, no livro O Primo Basílio)

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

12 de Outubro - Dia das Crianças

Gérard Dubois

Cantiga da bela infância,
peteca, bola, pião …
Minha inocência pelada
nadando no ribeirão…

(Clóvis Brunelli)

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

A perseverança não é uma...

Gordon Parks


“A perseverança não é uma longa corrida; ela é muitas corridas curtas, uma depois da outra.”

(Charles W. Elliot, escritor estadunidense)

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Divido todos os leitores...

Alexey Shalaev

“Divido todos os leitores em duas classes: aqueles que leem para lembrar e os que leem para esquecer."

(William Phelps, escritor estadunidense)

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

De tudo, ficaram três coisas...

Maria Blanchard


“De tudo, ficaram três coisas: a certeza de que ele estava sempre começando, a certeza de que era preciso continuar e a certeza de que seria interrompido antes de terminar. Fazer da interrupção um caminho novo. Fazer da queda um passo de dança, do medo uma escada, do sono uma ponte, da procura um encontro.”

(Fernando Sabino, no livro O Encontro Marcado)

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Não vou me sujar...

James Durden

Não vou me sujar
Fumando apenas um cigarro
Nem vou lhe beijar
Gastando assim o meu batom

(Zé Ramalho, na música Chão de giz)

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Deixem-nos sós, sem livros...

Peter Samuelson

“Deixem-nos sós, sem livros, e imediatamente ficaremos confusos, perdidos – não saberemos a quem nos unir, o que devemos apoiar; o que amar e o que odiar; o que respeitar e o que desprezar. Até mesmo nos é difícil ser gente – gente com seu próprio e verdadeiro corpo e sangue; sentimos vergonha disso, achamos que é um demérito e nos esforçamos para ser uma espécie inexistente de homens em geral.”

(Fiódor Dostoiévski, no livro Notas do Subsolo)

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Matar não quer dizer...

Alfred Sohn Rethel

“Matar não quer dizer a gente pegar revólver de Buck Jones e fazer bum! Não é isso. A gente mata no coração. Vai deixando de querer bem. E um dia a pessoa morreu.”

(José Mauro de Vasconcelos, no livro Meu pé de laranja lima)

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Se tu vens...

Anônimo - Retrato da Princesa Marie von Preuben

“Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz.”

(Antoine de Saint-Exupéry, no livro O Pequeno Príncipe)

domingo, 1 de outubro de 2017

01 de Outubro - Dia Internacional da Música

Alice May Cook

“Depois do silêncio, o que mais se aproxima de expressar o inexprimível é a música.”

(Aldous Huxley, escritor inglês)

01 de Outubro - Dia do Idoso

Ghislaine Gagna

“O tempo para ler, como o tempo para amar, dilata o tempo para viver.”

(Daniel Pennac, escritor francês)

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Não creio que se possam...

Théo Van Rysselberghe

“Não creio que se possam considerar homens todos esses bípedes que caminham pelas ruas, simplesmente porque andam eretos ou levem nove meses para vir à luz. Sabes muito bem que muitos deles não passam de peixes ou de ovelhas, vermes ou sanguessugas, formigas ou vespas.”

(Hermann Hesse, no livro Demian)

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

É difícil em tempos como estes...


“É difícil em tempos como estes: ideais, sonhos e esperanças permanecerem dentro de nós, sendo esmagados pela dura realidade. É um milagre eu não ter abandonado todos os meus ideais, eles parecem tão absurdos e impraticáveis. No entanto, eu me apego a eles, porque eu ainda acredito, apesar de tudo, que as pessoas são realmente boas de coração.”

(Anne Frank, no livro O diário de Anne Frank)

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Quando a Indesejada...

Maurice Albert Loutreuil

Quando a Indesejada das gentes chegar
(Não sei se dura ou caroável),
talvez eu tenha medo.
Talvez sorria, ou diga:
— Alô, iniludível!
O meu dia foi bom, pode a noite descer.
(A noite com os seus sortilégios.)
Encontrará lavrado o campo, a casa limpa,
A mesa posta,
Com cada coisa em seu lugar.

(Consoada, de Manuel Bandeira)

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Primavera - Hemisfério Sul

Adelson do Prado

A primavera opulenta,
Mostrando tudo que é cor,
Uma palheta aparenta
De algum notável pintor!

(Ivone Taglialegna Prado)

Outono - Hemisfério Norte

Cadmo Fausto

Árvores cheias de frutos,
com as folhas avermelhadas,
estão quietinhas, parada,
parecem ter muito sono…
que bom, estamos no outono…

(Zinda Maria Vaconcellos, em Fim de outono)

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

21 de Setembro - Dia da Árvore

Ricardo Krieger

“Quando uma árvore é cortada, ela renasce em outro lugar. Quando eu morrer, quero ir para esse lugar, onde as árvores vivem em paz.”

(Tom Jobim, maestro e compositor brasileiro)

21/09 - Dia Internacional da Paz (ONU)



“A paz é a única forma de nos sentirmos realmente humanos.”

(Albert Einstein, físico alemão)

terça-feira, 19 de setembro de 2017

O cravo brigou com a rosa...

Domingos Gemelli

O cravo brigou com a rosa
Debaixo de uma sacada
O cravo saiu ferido
E a rosa despedaçada

O cravo ficou doente
E a rosa foi visitar
O cravo teve um desmaio
E a rosa pôs-se a chorar

A rosa fez serenata
O cravo foi espiar
E as flores fizeram festa
Porque eles vão se casar

(Cantiga popular)

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Eu desço dessa solidão...

John O'Brien Inman

Eu desço dessa solidão
Espalho coisas
Sobre um chão de giz
Há meros devaneios tolos
A me torturar
Fotografias recortadas
Em jornais de folhas
Amiúde!

(Zé Ramalho, na música Chão de giz)

Ocorreu um erro neste gadget