quinta-feira, 31 de maio de 2018

Para ganhar conhecimento...

François Fressinier

“Para ganhar conhecimento, adicione coisas todos os dias. Para ganhar sabedoria, elimine coisas todos os dias.”

(Lao Tsé, filósofo chinês)

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Quando as coisas ficam...

Alexander Mark Rossi


“Quando as coisas ficam ruins, é sinal de que as boas estão perto.”

(Provérbio popular)

terça-feira, 29 de maio de 2018

Noite de Lua Cheia

ilustração japonesa

Lua Cheia… Céu de prata…
Há cordas em vibração…
E, baixinho, a serenata
nos embala o coração.

(Ermelinda Amazonas de Almeida)

segunda-feira, 28 de maio de 2018

o medo tinha inveja...

Duy Huynh

o medo tinha inveja do amor
e criou a distância.

o medo tinha inveja do diferente
e criou a intolerância.

o medo tinha inveja da bondade
e criou a ganância.

enquanto eles espalham o medo,
os de bom coração espalham
esperança.

(João Doederlein, poeta brasileiro)

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Não leio romances...

Ferdinand Heilbuth

“Não leio romances, apenas livros de história. O que aconteceu de verdade é diferente daquilo que as pessoas imaginam. Quando nos informamos sobre a história, aprendemos sobre a realidade, não fantasias engenhosas, com frequência, tolas.  E quem acha que romances são mais coloridos que a história não usa sua fantasia imaginando como foram, por exemplo, César que amava Brutus como a um filho e foi apunhalado por ele; ou os astecas, que foram dizimados pelas doenças dos brancos antes mesmo de lutarem contra eles; as mulheres e crianças que foram pisoteadas na neve ou empurradas nas águas geladas, atravessando o rio Beresina, seguindo o exército de Napoleão. Tragédias e comédias, sorte e azar, amor e ódio, alegria e sofrimento — a história oferece tudo isso. Romances não conseguem nos oferecer nada mais.”

(Bernhard Schlink, no livro A mulher na escada)

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Pessoas vêm e vão...

Alexandre Esgaio

Pessoas vêm e vão.
Mas em vão,
Ninguém vem.

(Anônimo)

terça-feira, 22 de maio de 2018

22 de Maio - Dia do Abraço

Otto van Rees

Na chegada ou na partida
Raio de sol ou noite fria
Na tristeza ou na alegria

Tudo que a gente sofre
Num abraço se dissolve
Tudo que se espera ou sonha
Num abraço a gente encontra

Dentro de um abraço tudo mais já está dito

(Jota Quest, na música Dentro de um abraço)

segunda-feira, 21 de maio de 2018

O amor é uma flor delicada...

Ferdinand Max Bredt

“O amor é uma flor delicada, mas é preciso ter coragem de ir colhê-la à beira de um precipício.”

(Stendhal, escritor francês)

sexta-feira, 18 de maio de 2018

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Dei um laço no espaço...

John La Gatta

Dei um laço no espaço,
Pra pegar um pedaço,
Do universo que podemos ver.

Com nossos olhos nús,
Nossa lentes azuis,
Nossos computadores luz.

Esse laço era um verso,
Mas foi tudo perverso,
Você não se deixou ficar.

No meu emaranhado,
Foi parar do outro lado,
Do outro lado de lá, de lá.

Ei! Hoje eu mando um abraçaço...
Ei! Hoje eu mando um abraçaço...
Ei! Hoje eu mando um abraçaço...
Ei! Hoje eu mando um abraçaço!

Um amasso, um beijaço,
Meu olhar de palhaço,
Seu orgulho tão sério...

Um grande estardalhaço,
Pro meu velho cansaço,
Do eterno mistério.

Meu destino não traço,
Não desenho, disfarço,
O acaso é o grão-senhor.

Tudo que não deu certo,
E sei que não tem conserto,
No silêncio chorou, chorou...

Ei! Hoje eu mando um abraçaço...
Ei! Hoje eu mando um abraçaço...
Ei! Hoje eu mando um abraçaço...
Ei! Hoje eu mando um abraçaço...

Ei!

(Caetano Veloso, na música Um Abraçaço)

terça-feira, 15 de maio de 2018

Dia Internacional da Família

William Mulready

Dedique-se a conhecer os seus pais.
É impossível prever quando eles terão ido embora, de vez.

(Pedro Bial, no texto Filtro Solar)

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Quando um coração...

Yuri Pimenov


Quando um coração
Que está cansado de sofrer
Encontra um coração
Também cansado de sofrer
É tempo de se pensar
Que o amor pode de repente chegar

Quando existe alguém
Que tem saudade de outro alguém
E esse outro alguém não entender
Deixa esse novo amor chegar
Mesmo que depois
Seja imprescindível chorar

Que tolo fui eu
Que em vão tentei raciocinar
Nas coisas do amor
Que ninguém pode explicar
Vem, nós dois vamos tentar
Só um novo amor
Pode a saudade apagar

(Tom Jobim e Newton Mendonça, na música Caminhos Cruzados)

domingo, 13 de maio de 2018

Dia das Mães

Marina V. Chulovich

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo –
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

(Carlos Drummond de Andrade, no poema Para Sempre)

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Por fim, Mamoon abriu os olhos...

Ivan Kulikov


“Por fim, Mamoon abriu os olhos para dizer: “Vivemos num país que só tem passado e nenhum futuro. Se sou conservador é porque desejo conservar o que considero o caráter desse passado, da Inglaterra, e do povo inglês. Sou imigrante, mas a Inglaterra é meu lar. Passei mais tempo neste deserto de macacos, nesta democracia de asnos, do que em qualquer outro lugar. Também tenho acompanhado sua comédia e sua tragédia com muito interesse. Quando eu era criança a Grã-Bretanha era o país mais poderoso do planeta, seus representantes eram temidos e admirados. Adoro o ceticismo que ele desenvolveu nos anos 60, a maneira como as figuras políticas, longe de serem idealizadas, como são muitas vezes em outros países, são avacalhadas e ridicularizadas sem medo.
Porém agora, ao que parece, nós, escritores e artistas não temos permissão para ofender. Não devemos questionar, criticar ou insultar os outros, com medo de sermos perseguidos e assassinados. Hoje em dia, um escritor sem guarda-costas dificilmente pode ser considerado um escritor sério. Uma resenha ruim é o menor de nossos problemas. Qualquer idiota que acredite em qualquer insanidade deve ser tratado com complacência, porque é seu direito humano. O direito de falar é sempre usurpado, sempre condicional. Temo que o jogo esteja quase encerrado para a verdade. As pessoas não a desejam; não as ajuda a ficarem ricas.”

(Hanif Kureishi, no livro A última palavra)

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Trago minhas mãos...

François Fressinier

Trago minhas mãos manchadas
de sangue, pelos espinhos
das mil rosas perfumadas
que espalhei nos teus caminhos…

(Izo Goldman)

terça-feira, 8 de maio de 2018

Podemos facilmente perdoar...

Caspar David Friedrich

“Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz.”

(Platão, filósofo grego)

segunda-feira, 7 de maio de 2018

7 de Maio - Dia do Silêncio

Elizabeth Tyler Wolcott

“O ruído faz pouco bem. O bem faz pouco ruído.”

(São Francisco de Assis)

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Olho a praia...

Pedro da Costa

Olho a praia. A treva é densa.
Ulula o mar, que não vejo,
Naquela voz sem consolo,
Naquela tristeza imensa
Que há na voz do meu desejo.

E nesse tom sem consolo
Ouço a voz do meu destino:
Má sina que desconheço,
Vem vindo desde eu menino,
Cresce quanto em anos cresço.

– Voz de oceano que não vejo
Da praia do meu desejo…

(Manuel Bandeira, no poema Oceano)

terça-feira, 1 de maio de 2018

01 de Maio - Dia Mundial do Trabalho

Steven Dohanos

"Ernest, preocupado, pergunta a Frank: 'Nós somos vagabundos?'. Frank, resoluto, responde: 'Não, nós não somos vagabundos. Vagabundo é quem não tem o que fazer; nós temos, só não o fazemos...'."

(Bob Thaves, em um cartoon de "Frank & Ernest").