quarta-feira, 20 de abril de 2016

Dois horizontes...

Marek Langowiski

Dois horizontes fecham nossa vida:
Um horizonte, — a saudade
Do que não há de voltar;
Outro horizonte, — a esperança
Dos tempos que hão de chegar;
No presente, — sempre escuro,—
Vive a alma ambiciosa
Na ilusão voluptuosa
Do passado e do futuro.

(Os dois horizontes, de Machado de Assis)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget