quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Um sonho fora do sono...

Jorge Reider

“Um sonho fora do sono persistia em mim. Nasci afogado por ele: o de desvendar o mar. Afundar-me em sua grandeza, salgar-me em sua salmoura, esconder-me em suas ondas, surgir desafogado onde nem eu me sabia. Eu só desconfiava o mar por ouvir dizer. Numa infância sem surpresas, cercado pelas montanhas, o mar escondia-se depois de muito pensamento.”

(Bartolomeu Queirós, no livro Vermelho amargo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget