quinta-feira, 19 de maio de 2016

Canta a orquestra dos pássaros...

Francisco Aurélio de Figueiredo e Melo

Canta a orquestra dos pássaros no mato
A sinfonia alpestre, — a voz serena
Acordo os ecos tímidos do vale;
E a divina comédia invade a cena.

(Machado de Assis, no poema Manhã de inverno)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget