terça-feira, 11 de outubro de 2016

Todos temos nossas referências...

Cayetano Arquer Buigas


“Todos temos nossas referências e emoções. Imparcialidade é uma regra criada para conter opiniões que derivam do viés ideológico daquele que narra o fato. É uma lei sábia, mas não definitiva. Não pela insurgência contra ela mas pela impossibilidade de aderir de corpo e alma à sua ditadura. Ser humano é ser parcial. E ser profissional é disfarçar a torcida natural por este ou aquele lado. O bom jornalista é aquele que melhor conta sua história de modo a tocar quem dela toma conhecimento mas ainda assim deixar o cliente tirar suas próprias conclusões.”

(Ana Paula Padrão, em O Amor Chegou Tarde em Minha Vida)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget