sexta-feira, 16 de setembro de 2016

O meu amor me deixou...

Jack Vettriano


O meu amor me deixou
Levou minha identidade
Não sei mais bem onde estou
Nem onde a realidade

Ah, se eu fosse marinheiro
Era eu quem tinha partido
Mas meu coração ligeiro
Não se teria partido

Ou se partisse colava
Com cola de maresia
Eu amava e desamava
Sem peso e com poesia

(Maresia, de Adriana Calcanhoto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget